SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

sábado, março 12, 2011

Todas as coisas têm seu tempo e todas elas passaram debaixo do céu, segundo o termo que a cada uma foi prescrito.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer. Há tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou.

Há tempo de matar, e tempo de sarar. Há tempo de destruir, e tempo de edificar.

Há tempo de chorar, e tempo de rir. Há tempo de se afligir, e tempo de saltar de gosto.

Há tempo de espalhar pedras, e tempo de as ajuntar. Há de dar abraços, e tempo de se por longe deles.

Há tempo de adquirir, e tempo de perder. Há tempo de guardar, e tempo de lançar fora.

Há tempo de rasgar, e tempo de coser. Há tempo de calar, e tempo de falar.

Há tempo de amor, e tempo de ódio. Há tempo de guerra, e tempo de paz."

(Eclesiastes, cap.3, vers. 1a 9)

Nenhum comentário:

Memórias de uma senhorinha Voltando para casa Enquanto o carro percorria a estrada, pneus rolando no saibro com o barulho caracterís...

Postagens mais visitadas