SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

quarta-feira, março 09, 2011



Pano da vida


Ponto a ponto minhas mãos


Vão tecendo o pano da vida


Quantas vezes não sei


Que ponto fazer


Me engano, desfaço


E não consigo ver


O meu pano da vida


Ficar perfeitinho


São os nós que se notam


Porque a linha partiu


São pontas soltas


Que precisam de se arrematar


Não sei como fazer


Começo a chorar


Por vezes quero desistir


Mas o trabalho não pode parar


Com um sorriso e satisfação


Olho o meu pano da vida


Peço inspiração


Pego nas agulhas


Minhas mãos fazem magia


Com alegria e prazer


Para dar forma e beleza


Ao meu pano da vida!
Do blog:Artes da Lila,esta maravilha de poema,que me encantou e,espero, também encante voces...

Nenhum comentário:

Memórias de uma senhorinha Voltando para casa Enquanto o carro percorria a estrada, pneus rolando no saibro com o barulho caracterís...

Postagens mais visitadas