SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

sexta-feira, maio 20, 2011

MEU BEBÊ O LIVRO DAS MAMÃES

Não sei se as amigas conhecem,pois é do século passado,mas em minha casa havia um livro,um álbum,O LIVRO DAS MAMÃES de Bastos Tigre,que foi o encanto de nossas vidas,minha e de minha irmã...minha mãe era uma pessoa "antenada" para a época e para a

cidadezinha onde morávamos,gostava de ler,era bem informada,fugia totalmente aos padrões da "dona de casa" que só cuidava das coisas do lar.Não é que ela não cuidasse,isso não,mas gostava de outras coisas como cinema,teatro,ler jornais e isto não era comum em pessoas do interior ,do sexo feminino.Tocava piano,sabia fazer a"escrita"do armazém de café do sogro(escrita quer dizer contabilidade) e,além disso,gostava de novidades... estou dando voltas e mais voltas e ainda não expliquei sobre O LIVRO...quando nasci minha mãe pediu a meu avô que lhe comprasse,quando fosse ao RIO DE JANEIRO(estas viagens dão uma história,contarei outro dia),o tal do LIVRO DAS MAMÃES ou MEU BEBÊ.É lógico que o sogro correu séca e méca para satisfazer a nora que havia lhe dado a sua primeira neta(claro que ele gostaria mais que fosse um neto,mas...).E,desde então ela passou a registrar todos os fatos referentes à minha vida,desde a árvore genealógica até a primeira comunhão,passando pela primeira palavra,primeira papinha,visitas,gracinhas,travessuras,escola,amiguinhos e fotos(na época,só se tiravam fotos no fotógrafo)de 6 em 6 meses.Existe uma lacuna entre as fotos e a devida explicação:com 1 ano e seis meses não fizemos a foto porque morávamos em uma cidade onde não havia fotógrafos....

      Este album foi o encanto da minha infância e só podíamos pegá-lo em ocasiões especiais:quando chegava alguma visita,quando estávamos "de cama"com febre ou alguma doença da infância ou quando minha avó pedia...
      Fiz uma pesquisa na internet e descobri que  ele só existe  no Mercado Livre,usado e com anotações já feitas.Não entendo como alguém pode querer vender as lembranças de sua vida e nem como outra pessoa vai ter interesse em recordações alheias.

5 comentários:

Élys disse...

Interessante estes albuns que guardam dentro de si muitas recordações.
Um abraço

Helena Chiarello disse...

Que bacana, Leninha!
Não tive a oportunidade de ter um álbum desses, mas minha mãe costumava registrar tudo a nosso respeito também... Eram anotações, fotos e mais fotos... Tudo isso era guardado numa caixa grande, verdadeira relíquia, só vista ou mostrada em ocasiões especiais...
Quanta coisa boa lá... Qunta lembrança!
Uma delícia isso!
Um beijo e um ótimo final de semana, querida amiga!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Lá em casa, não tivemos um livro assim, para anotações e fotos do bebê. As fotos, de quando bebês, geralmente com um ano, tirávamos em fotógrafos.Mas meu pai tinha um caderno longo,em que anotava tudo, sobre cada um dos 6 filhos: data de nascimneto batizado, compras...tem até a compra de um "penico",veja só.Meu irmão mais velho, tem esse caderno, junto ao acervo do papai.
Já eu, ganhei O Diário do Bebê, que é mais ou menos como este que você nos apresenta, Leninha.
Anotei tudo, sobre meu filho,até 1 ano.Tem colado, um "punhado", do 1º cabelo cortado.
Interessante, todas essas lembranças...
Beijinhos

SOL da Esteva disse...

Leninha

A minha Filha teve (tem) esse Livro para ela; no meu tempo não existiam tais iniciativas a não ser dos Escribas das Famílias Brasonadas.
É o modo de termos presente os momentos marcantes da infância.
É algo lindo e significativo para cada um.

Não tenho acesso ao teu Mail pelo que as explicações e justificações acerca do teu pedido terão o amadurecimento do tempo até poder ter as informações necessárias.
Por outro lado não é este o local apropriado para tecer considerações sobre o assunto.
Por mim, Amiga, não entendo de informática para poder ajudar-te; recebi o Blogue como se recebe um caderninho: apenas se escreve e faz desenho.
Para mim é o necessário.
O resto, o que desejas, já veio inserido daquela forma e não vejo (sei) como fazer alterações.
Contudo, as músicas devem ter sido retiradas de http://sz.com.sapo.pt/Anos_Dourados.html

Adoro as tuas visitas e considerações e espero-te, sempre, de braços abertos e olhos bem arregalados.

Foste um Doce ao colocares-me Drummond a dizer o que é o Amor.

Se entenderes dá uma dica por Mail, pelo menos para manter contacto institucional.

Beijo
SOL da Esteva

http://acordarsonhando.blogspot.com/

Renata Guidinha disse...

Olá queridíssima Leninha!
Começo a perceber que temos mais coisas em comum do que imaginava... Será que vinte anos realmente nos separam? Serei eu mais velha ou vc mais nova? Não sei dizer... Minha mãe tem 72 anos, mas preparou um livro assim para mim. Ele está com uma página rabiscada, resultado de uma arte minha mesmo... Tem tantos detalhes de minha infância... Claro que não consegui o mesmo modelo para as minhas filhas, mas procurei fazer algo muito parecido e elas adoram...
Como pessoas tão diferentes podem ter tnato em comum? Coisas de Deus!
Baixei um programa gratuito em meu computador "Family Tree Builder" (http://family-tree-builder.softonic.com.br) e me divirto com a montagem de nossa árvore genealógica. Vc conhece? Tavez seja uma versão mais nova das velhas árvores que faziam nossas mães, só que agora de maneira mais fácil e divertida.
Um lindo final de semana é o que desejo pra vc.
Bjks no coração
Renata http://cercaviva.blogspot.com/

Memórias de uma senhorinha                Conhecendo os arredores Quando se muda para uma região o melhor que se tem a fazer , além d...

Postagens mais visitadas