SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

domingo, junho 05, 2011

FELICIDADE

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!
Fernando Pessoa

9 comentários:

✿ chica disse...

Fernando Pessoa é maravilhoso sempre!Linda semana,beijos,chica

Élys disse...

Uma página para se pensar e buscar a felicidade.
Uma bela semana. Élys.

Helena Chiarello disse...

Felicidade é isso!
Fazer o que o coração manda, meter a cara na vida sem receio, guardando as coisas boas e deixando pra lá as ruins...
Essa mensagem é verdadeira e linda, Leninha!

Adorei o recadinho da tua netinha Ana Paula, diz pra ela que são palavrinhas gostosas assim que animam a gente a escrever. Diz também que a "moça das poesias" manda um beijo beeem estalado pra ela!

Menina, to tentando comentar você desde hoje de manhã... Acho que é um complô do blogger contra mim! rss... Vamos ver se agora vai...

Beijo grande, pessoa querida!

Anne Lieri disse...

Leninha,que lindo seu poema!Só mesmo Fernando Pessoa para expressar tão bem o que vai no coração!Quero deixar um beijo da menina voadora para a Ana Paula e outro prá vc!Boa semana!

Helena Chiarello disse...

Leninhamada!
Passando aqui a pedido da Manuela... Ela não consegue comentar você! Disse que tentou umas 10 vezes hoje e não conseguiu...
E trago aqui um beijo dela procê!
Então, recadinho dado! rsss
Beijo meu tumém!

manuela barroso disse...

Oi Minhna também querida amiga!
Será que ao menos consigo mandar um beijinho?
Que se passa com o nosso blog?
Vou ver se vai!
Abraço minha querida!

manuela barroso disse...

Oi...vou aproveitar...depressa Manuela, antes que ele se feche...rss!
Oi minha querida amiga!
Antes de mais obrigada a nossa Heleninha...já estava em "desespero"...Mas oi Leninha, quando não me vir por aqui, é sinal que eu não consigo que os comentários sigam! Não sei mesmo o que se passa e mesmo para abrir o seu blog,rola...rola...os deuses da net estão loucos!
E tanto que tinha para te dizer Leninha! Adorei o teu comentário de ontem..."Não se acostume com o que não a faz feliz..." Oh, minha querida e o que nos faz felizes mesmo? Muito mais que tudo isto tão passageiro aqui!Daí, querida todas as minhas lamechices bôbas...e em que as suas palavras me enternecem tanto!
Só as pessoas lindas vêem para além do que lá está.Porque vêm com os olhos da alma!
Muito obrigada pelo carinho.
E achei muito interessante o seu prémio!
Não é preciso ser-se criança para ter a sensação boa de receber um presente!
E agora vamos ver se tenho sorte...
Vai que vai...Deus te leve, comentario...
Aquele abraço a dobrar...

Su disse...

Leninhaaaaa, voltei aqui pra tomar mais um cházinho e acobei de constatar que meu comentário aqui sumiuuuuu, ahhhh, esse blog viu! Bom, ainda bem que voltei... amiga essa poesia é linda e adoro encarar a vida assim: peito aberto, se tiver que vir alegria que venha SEMPRE, mas se tiver que vir a dor... ora, que venha também e depois de sofrida na hora certa, que a vida continue e que o caminho seja seguido de cabeça erguida... Ahhhh, não lembro tudo que postei antes...
Amiga querida, obrigada pelo seu carinho sempre! Fico muito feliz! Beijinhos no coração. Su.

Renata Guidinha disse...

Olá querida!
Estou em uma batalha tremenda com o blogspot... Comento some, estou fazendo um post é publicado truncado... tenho que refazer. Êta batalha difícil!
Espero dessa vez conseguir concluir esse comentário, pois praticamente tudo que tentei fazer hoje, via telinha da net, deu zebra.
Bom, chega de lamentações. Fernando Pessoa era uma criatura antenadíssima com o que vai na alma humana.Acertadíssima a sua postagem. Adorei!
Desejo pra vc uma linda noite, hoje um pouquinho menos fria por aqui, no aconchego da família.
Bjks no coração
Renata http://cercaviva.blogspot.com/

Memórias de uma Senhorinha

Memórias de uma Senhorinha E o tempo , este senhor Implacável e do qual não podemos fugir, anunciava o final das férias e o temido moment...

Postagens mais visitadas