SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

terça-feira, junho 27, 2017

Memórias de uma senhorinha
               Conhecendo os arredores

Quando se muda para uma região o melhor que se tem a fazer , além de se tentar conhecer os hábitos e costumes dos moradores, é uma visita de reconhecimento aos lugares vizinhos. Assim nossa senhorinha aprendera com seu pai, nas várias mudanças que fizeram durante toda a vida. Manhumirim, Laginha, Pouso Alegre, Ponte Nova e Muriaé...foram as cidades onde moraram enquanto ela , menina ainda , se adaptava a cada uma e a cada mudança de sotaque.
Desta vez não teria a mão protetora do pai a conduzi-la pelas ruas a mostrar-lhe as diferenças da cidade anterior...porém, e seu coração tinha certeza deste fato, as suas palavras e os seus conselhos haviam calado fundo em sua mente e era como se ao seu lado ele estivesse, percorrendo novas ruas, novas estradas, novas trilhas...
Iniciou a visita pela cidade de Prados, bela e acolhedora, trazendo ares bucólicos para o seu passeio.
..............................................................................................................




Página oficial  Fonte WIKIPEDIA
Prados é um município brasileiro do estado de Minas Gerais
A origem de Prados remonta à descoberta de ouro no vale do Rio das Mortes, mesma causa de ocupação de São João del-Rei e Tiradentes. O município sempre integrou a rota dos turistas que transitam pelo circuito turístico Trilha dos Inconfidentes. O centro histórico dessa cidade setecentista mantém igrejas e casarões bem conservados. Ali viveu a mulher considerada como a mais atuante no movimento da Inconfidência Mineira - a rica pradense Hipólita Jacinta Teixeira de Melo, mulher do inconfidente Francisco Antônio de Oliveira Lopes. O casarão que lhe serviu de residência após o degredo do marido é hoje um atelier de artesanato que fica em frente à Igreja Matriz.

Segundo a tradição, o povoamento local se deu através de uma bandeira chefiada pela família Prado. Eles deram origem a um núcleo de mineração que, mais tarde, tornou-se o Arraial de Nossa Senhora da Conceição de Prados, um dos mais importantes do Termo da Vila de São José. Têm-se notícias de casamentos realizados na Capela de Prados já em 1716. O fato de o lugar ter sido passagem de boiadas e tropas muito contribuiu para o desenvolvimento da localidade. Em 15 de abril de 1890, o arraial foi elevado à vila e, dois anos depois, a vila foi elevada à cidade.
Hoje, além de sua memória histórica, Prados conserva também sua tradição musical que tem origem nas cerimônias religiosas dos séculos XVIII e XIX. No mês de julho, é realizado ali um festival de música erudita que faz parte do calendário dos eventos mais importantes do Estado
O destaque é para a Lira Ceciliana, fundada em 1858, um verdadeiro orgulho para os pradenses que, constantemente, recebem estudantes de música de todo o Brasil.
Outro forte atrativo é o artesanato de primeiríssima qualidade que a cidade produz a preços convidativos. Ao longo da avenida que dá acesso ao centro histórico, é possível observar muitos dos coloridos e criativos atelieres que produzem bonitas peças feitas em madeira e cerâmica. O couro também se transforma em artigos para montaria, botas, sandálias, cintos e bolsas.

O Distrito Vitoriano Veloso - mais conhecido como Bichinho - é um lugar muito especial. Móveis, telas, bordados, fuxicos, crochês, tapetes, esculturas e adornos em geral estão por toda parte. O histórico vilarejo fica a apenas 8 km de Tiradentes, com acesso por uma estrada de terra que proporciona um visual encantador dos contornos da Serra de São José. Essa mesma estrada de terra liga Prados a Tiradentes, passando por Bichinho.
O município mantém um trecho da Estrada Real que conserva características originais. Através da Rua Magalhães Gomes, tem-se acesso a esse trecho. Enfim, Prados é arte. Uma produção muito rica para os músicos, artistas plásticos, turistas, decoradores e lojistas que visitam o Circuito.
..............................................................................................................

A visita ao povoado de Bichinho foi uma experiência encantadora. Atualmente , Bichinho é um lugar conhecido por todos, porém naquela época era apenas uma rua, com algumas casas de adobe e soleiras de pedra sabão. A civilização ainda não havia chegado àquele povoado e as pessoas olhavam espantadas para os carros que ali chegavam. A lembrança mais forte que tocou o coração de nossa romântica senhorinha foi a visão de uma meninazinha loirinha , abraçada a um radinho de pilha, seu único contato com o mundo lá fora...um mundo do qual só sabia as músicas e notícias trazidas pelo seu aparelhinho...e saltitava ao som da melodia e seus pés descalços pareciam executar passos de balé naquele chão de terra vermelha...a felicidade fazia brilharem os seus olhinhos e o sol se refletia nas douradas mechas de seus cabelos. Uma imagem inesquecível certamente.

Hoje, Bichinho tem o nome citado em revistas, jornais e sites...naquela época era apenas isto...um lugarzinho acolhedor com uma menininha e seu radinho de pilha...e suas casinhas simples onde morava a felicidade.

Por hoje é só, meus amigos. Eu vou mas eu volto!!!




                                            

                                                    Leninha Brandão
                                                      

4 comentários:

Anônimo disse...

Essa menininha loirinha hoje, com certeza, é uma mulher antenada

In

manuela barroso disse...

Ah querida Leninha
Que saudades de te " ver " ouvir estes sons nas tuas palavras tão únicas !
Bichinho , nome tão engraçado , recordações num rendilhado de memórias como só tu sabes contar ! E gostei imenso desse pormenor histórico onde nos incutes a curiosidade dd saber mais ao acompanhar - te nas tuas viagens .
Como eu gosto de te acompanhar !
Eu volto também !👏👏👏👏👏
Bjisss

leninha brandao disse...

Somente hoje vi o teu delicioso comentário, minha querida Manu! Obrigada por tuas palavras ,por teu sentir e por esta presença que é um incentivo a me levar para a frente e me fazer continuar com estas Memórias que , além de me fazer recordar um tempo muito bom de minha vida, me obrigam a este exercício mental...
Volta sempre! Será sempre um prazer te encontrar aqui em "nossa Casa".
Um beijo carinhoso!!!

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Amei seu blog, estou seguindo e convido você a conhecer os meus,se gostar será um prazer tê-la como seguidora.
Um abençoado início de semana e que Jesus seja o seu guia em todas as horas.
Abraços fraterno
Profª Lourdes Duarte.
https://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
https://www.pensador.com/colecao/lourdesduarte/

Memórias  de uma senhorinha E nossa senhorinha, enfim recebeu o telefonema que avisava da chegada de sua família...  o  coração , r...

Postagens mais visitadas