SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

sexta-feira, abril 08, 2011

Só ontem fiquei sabendo desta blogagem coletiva e,como já era tarde e eu estava profundamente abalada com as notícias da violência na escola do Realengo,não tive condições de escrever nada.
 Hoje ainda sinto uma enorme trsteza ao pensar naquelas pobres vítimas de um louco e em seus pais, vítimas tam
bém desta atitude tresloucada.

CULPA ZERO!!!Volto os olhos para o passado e vejo uma menina de apenas seis anos tentando agradar a todos e cuidando de sua irmãzinha,ainda bebê...como se esmera em cuidados e carinho e ,ao mesmo tempo,.como gostaria de estar brincando com suas amiguinhas de sua idade...todos dizem:ela parece uma mocinha!E isso só faz aumentar o seu sentimento de responsabilidade,tornando-a uma cópia dos adultos,e fazendo com que esqueça de vez seus sonhos e brincadeiras da idade.
   Esta viagem ao passado foi para tentar encontrar o motivo e a razão do amadurecimento precoce daquela menina que, hoje consegue ver,na infância ,as raízes da culpa que sempre a acompanhou[atormentou] pela vida afora... no colégio,quando não conseguia ser a "primeira" da turma[-seu pai e eu sempre fomos os melhores alunos,dizia a mãe],pois,apesar de ter uma facilidade enorme para aprender,só estudava na época das provas...em casa,quando parava o que estava fazendo para ler o que lhe caísse pela frente:leu todos os livros do pai e todos os de sua mãe e aos doze anos só aceitava passear se lhe garantissem que haveria livros no local para onde iriam.Arrumava a casa com uma pefeição difícil de ser encontrada nas de sua idade,mas sempre achava que poderia ter feito melhor... aos quinze anos se viu às voltas com outro irmãozinho para cuidar e foi quando se sentiu "mãe"de verdade:fazia dormir,lavava fraldas{não havia descartáveis,na época]dava sopinha,levava pra brincar na pracinha etc, ect ,etc...

 Segunda parte

    Tanto "amadurecimento"só poderia levar a um caminho, na época .CASAMENTO!!!Aos dezoito anos,casava-se e aos vinte,estava com dois filhos,uma casa de fazenda para cuidar e miiiil responsabilidades...e,como o marido não era muito ligado ao trabalho,resolveu dar aulas,causando uma verdadeira revolução naquela"tradicional"família mineira...e,passou a ler mais ainda,levantando às cinco da manhã prá ter tempo de brincar com os filhos...e era só o que fazia até a hora de ir para a escola,numa cidadezinha bem próxima.Tinha empregadas prá todo o serviço da casa,mas não admitia que alguém cuidasse dos filhos...como estava dizendo,continuava o hábito da leitura e "devorou" todos os livros da biblioteca do sogro,passou a fazer parte do Círculo do Livro e também a ler Carmen da Silva,que escrevia na revista Cláudia.Foi quando começou a enxergar que alguma coisa estava errada em sua vida...mas ainda permaneceu nela sentindo ,às vezes uma sensação de que estava representando um papel que não era seu,em uma peça teatral...teve,ainda mais um filho e sentiu que estava mais presa na teia que havia criado...e,quando este filho completou seis anos,tomou a grande decisão e separou-se daquela vida,que a fazia infeliz e também tornava infelizes os que a rodeavam.


Terceira parte
Hoje,do alto de meus setenta anos,me pergunto:ainda carrego culpa pelas pequeninas e rotineiras "obrigações do dia a dia"?E a resposta é sim,ainda penso que deveria ter cuidado melhor da casa,que os armários não estão como eu gosto,que não deveria ficar tanto tempo no computador em detrimento dos meus afazeres domésticos,etc,etc, etc.Moro com meu irmão e minha irmã e os dois trabalham o dia inteiro,sou aposentada e não tenho mais empregada .O meu tempo é todo meu e ninguém me cobra nada.Os filhos estão casados com mulheres maravilhosas que me tratam como mãe.
Porquê a culpa?Deve estar lá no começo,na menininha que se tornou adulta prematuramente...

4 comentários:

Elaine Gaspareto disse...

Leninha, boa tarde
Linkei seu post na lista, tá? Obrigada por participar.

Fica tranquila, com o tempo, e você indo aos outros blogs, os seguidores virão. Devagar, mas virão. Visite outros blogs, apresente-se, comente em outros blog e cedo ou tarde as pessoas irão querer lhe conhecer. Imagine-se chegando em uma cidade, apresentando-se às pessoas e fazendo amizades.Nos blogs é mais ou menos assim.
Certo?
Beijos e bom fim de semana

Helena disse...

Leninha,
Acho que temos mais coisas em comum além do nome.. (porque também sou Leninha, pro meu marido.. rs)
É isso, acho. A gente recebeu uma educação mais ou menos parecida. E as responsabilidades emn cuidar de irmãos mais novos, ajudar nos afazeres da casa, etc. Depois, a gente cresce, assume as próprias responsabilidades, mas sempre com aquela necessidade de fazer o melhor, sempre!
Quanto a esse prazer de deixar as coisas de lado e curtir o computador, os blogs, escrever, fazer poesia e coisa e tal, também sou assim. Mas é bem normal acontecer, mais de uma vez, de estar aqui curtindo isso tudo e o pensamento estar lá, na cozinha, nas coisas por fazer (que se for olhar bem, nem precisariam ser feitas.. rs)
Esse é o jeito da gente, ué. Fazer o quê. O negócio é relaxar e curtir as coisas que nos fazem bem e nos deixam felizes. As orbigações vão estar lá, amanhã. Os bons momentos, pode ser que não.. rss
Adorei ler isso!
Super beijo pra você!

Renata Guidinha disse...

Ah, Leninha!
Como eu sei o que é ser pequena e levar vida de gente grande... Hoje aos 50 e já com 33 anos de tempo de serviço (fora o que trabalhei sem vínculos ao inss), me aposentando, sinto-me mais nova que aos 20. Tenho mais liberdade e tempo pra mim. Iniciei muito cedo no trabalho.Não por necessidade financeira, mas por me sentir adulta demais e que já estava na hora (aos 14 anos, já tinha 24 alunos de piano...).
Não me arrependo dessas coisas, talvez por tudo isso que fiz e vivi, o resultado foi uma cabeça mais leve antes do tempo...
Minha vida é regrada naturalmente, mas imensamente feliz e realizada com filhos,que aprendi a cuidar antes mesmo de nascer,por ter treinado a ser mãe com meus irmãos... Marido tranquilo, amoroso e colaborador...
Amo o simples... Aprendi a não me culpar por isso ou aquilo. Até mesmo por todos já terem saido pra trabalhar e eu aqui pela net...rsrsrsrs
Bjks (quem sabe a gente é mesmo vizinha e acaba se conhecendo por aí?)
Renata http://cercaviva.blogspot.com/

ana paula e Bud disse...

MASQUE LIBO COELINO MASQUE LIBO ORKUT OI
VOVÒ BOMDIA MAS QUE LIBO DIA NO ORKUT NE VOVÒ? O QUE AGENTE POFASEROGE.
BEIGINHOS DA ANA PAULA.

Memórias de uma senhorinha                Conhecendo os arredores Quando se muda para uma região o melhor que se tem a fazer , além d...

Postagens mais visitadas