SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

terça-feira, agosto 01, 2017

Memórias de uma Senhorinha


E nossa senhorinha se alegrava com a presença da família e os conduzia a todos os locais que admirava e sabia que apreciariam muito.
 Foi uma verdadeira peregrinação : Prados, São João Del Rei, Tiradentes e toda a vizinhança de Resende Costa : pontos turísticos, matas, estradinhas bucólicas que sempre a fascinaram e à irmã.


A mãe se encantou pelas igrejas seculares e pelo Barroco presente em todas elas. Era muito piedosa e tinha o hábito de assistir à missa todos os dias. Quando se mudavam ( E foram tantas vezes!!!) , sua principal exigência era morar perto de uma Igreja. E sempre havia conseguido...em Ponte Nova moraram ao lado de uma e para sua grande tristeza  não havia celebração diária de Missa na mesma. Para se chegar em casa subiam cento e tantos degraus , o que para nossa senhorinha não representava sacrifício algum ( tinha nove anos de idade e uma energia invejável) , mas para a avó, já na casa dos sessenta, significava ficar em casa ou sair somente de carro.
Mas vamos deixar as tergiversações e voltar aos nossos passeios...

Em Prados foi o irmão que se encantou com as botinas de couro, daquelas com um elástico e que eram usadas pelos cavaleiros ou vaqueiros...


E ela, que gostava de se vestir de uma forma nada convencional, quis também um par daquelas botinas. E saíram os dois como pares de jarras, felizes da vida. Com suas surradas calças jeans exibiam o ar de felicidade que as coisa simples proporcionam às pessoas de alma pura. 
Saíram da fábrica e a Mãe já apontava para a Igreja de Prados...


"A Igreja de Nossa Senhora do Rosário se destaca na paisagem de Prados com um singelo frontispício. 

Seu interior é simples. O retábulo-mor não possui talha elaborada e é composto apenas de madeiras com recortes sinuosos. A decoração é finalizada com delicadas pinturas rococó. Em seus nichos, estão dois santos negros: Santa Ifigênia e Santo Antônio de Cartegerona. No forro da capela-mor, existe uma interessante pintura com a temática do Apocalipse.   

Junto ao arco-cruzeiro, está o único altar lateral, que é dedicado a Nossa Senhora das Mercês. Diferente do altar-mor, este possui uma talha elaborada mas não recebeu douramento e policromia."

E ao entrarem na Igreja , o ritual que cumpriam todas as vezes que entravam pela primeira vez em um templo religioso :
Três Pai   Nossos
Três Ave Marias
Três Glórias ao Pai
Em seguida , um pedido. E muita Fé no coração!

A tardinha já se aproximava e os sinos tocavam o Angelus.A beleza daquele momento ficaria para sempre na mente de todos eles. Caminhos diversos os levariam, emoções novas preencheriam os seus dias, mas aquela permaneceria tatuada em seus corações.Indelevelmente!!!

...........................................................................................................................................


Mais passeios faremos com eles. 

Aguardem! 

Eu vou, mas voltarei...


Leninha Brandão




7 comentários:

✿ chica disse...

Quantos passeios lindos tiveram por lá e claro te aguardaremos pra mais e mais aventuras! bjs, chica

leninha brandao disse...

Minha querida Chica, foi um tempo muito feliz e recordá-lo me faz muito bem...volto no tempo.
Obrigada pela visita sempre bem vinda!
Um beijo carinhoso!!!

Sissym Mascarenhas disse...



Leninha, não vou a Minas já tem anos, adorava meus passeios anuais.

Gostaria de fazer isso de novo, as cidades são tão bonitas e acolhedoras.
Preciso voltar a ver Tiradentes e Ouro Preto.

Bjs

leninha brandao disse...

Sissym querida,

Minas Gerais tem encantos ainda maiores e não visitados. Vá até Resende Costa e se surpreenderá com a beleza da paisagem e também do artesanato riquíssimo.Volte, minha querida! Não se arrependerá, tenho certeza.
um beijo carinhoso!

Dalva Rodrigues disse...

Oi Leninha! De Minas só conheço Poços de Caldas, meu pai era de Miraí veio para São Paulo com 12 anos, mas pelo que me contava é um lugar onde as crianças são muito felizes mesmo aqueles que viviam em condições precárias, muitos morros e pernas jovens ajudam muito!!
Imagino a alegria das crianças!
Beijos!

manuela barroso disse...

Não conhecendo, o encanto está na viagem que faço contigo.
As paisagens maravilhosas, ficam ainda mais sedutoras com a visualização descritiva deixada nos teus textos, onde me passeio contigo.
Um prazer que um dia gostaria de ter, atravessando todas pontes do tempo, Leninha.
Um grande beijinho, até à volta!

Beatriz Bragança disse...

Querida Leninha
Estou a imaginá-la de jeans e com essas botas!
O passeio até deve ter sabido muito melhor.
A Igreja é linda! Obrigada por partilhar a fotografia.
Gostei muito deste passeio.
Um beijinho
Beatriz

      As palavras do poeta martelavam em sua cabeça... sabia do cair e do levantar também... tantas vezes experimentara o caminho resva...

Postagens mais visitadas