SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

MEMÓRIAS DE MENINA








>Deixamos a nossa menina de tranças em seu colégio e com grandes amizades já conquistadas...
Sua vida corria mansa e sem grandes sobressaltos,aulas pela manhã,almoço,tarefas da escola e compras para a mãe,após o almoço.De tardinha o lazer na praça,o jogo,as rodas,a brincadeira de passar anel,as histórias que gostava de contar e as amigas  de escutar...
        A amiga Lucina era a mais querida e juntas planejavam conquistar o mundo e enquanto não o faziam,tentavam pequenas aventuras de menor porte...de uma feita,após a aula de piano da amiga se uniram a outras três para pular um muro e pegar laranjas no quintal de outra colega(na inocência,achavam que não era errado,afinal eram colegas).Não contavam com a presença da mãe da amiga no quintal e esta ao vê-las,começou a gritar::socorro,socorro!!!Subiram correndo o muro e correndo fugiram,mas Lucina,na pressa,esqueceu suas partituras de piano debaixo da laranjeira...que vergonha,no dia seguinte,na escola, a amiga se aproxima,devolve as partituras e diz que a mãe havia mandado laranjas para todas,não precisavam pular o muro para consegui-las...
           Havia tambem a ponte do Dr Brum,uma aventura emocionante para todas,menos para ela...a nossa menina não tinha coragem de atravessar a ponte que não tinha guarda mão e balançava sobre o rio,atemorizando-a.As outras meninas enfrentavam a ponte galhardamente,mas ela nunca conseguiu esta proeza. 
          Mas a praça,com seu belo relógio,era ainda o local preferido ,ali se reuniam para combinar passeios,para as conversas da tarde e para os primeiros flertes,assunto ainda proibido,mas a curiosidade já começava a despertar.



         Novamente o pai chega em casa com uma novidade:estava comprando uma casa,na rua São Pedro,lugar privilegiado da cidade,perto do centro,arborizada e com uma pracinha linda bem próxima à casa.Que felicidade tomou conta daquela familia!E foram todos juntos ao encontro do sonho,há muito acalentado pela mãe.Foi a alegria de todos,uma casa de dois pavimentos,com uma escada lateral,conduzindo a uma simpatica varanda,ideal para as plantas,samambaias,antúrios,avencas e tinhorões de todas as cores.

 Um novo capitulo está prestes a começar na vida de nossa menina,uma nova rua,novas amizades,novos sonhos a serem acalentados...e a pracinha era linda,com caramanchão,canteiros com flores e uma promessa de dias muito felizes.Ah,e o jornaleiro morava perto e era um italiano de sorriso bondoso,o Sr Emilio Mannarino,cujas filhas eram suas colegas:Ozilia e Atia,lindas e alegres,oriundas de uma familia feliz e enorme na quantidade de pessoas  e na generosidade dos corações.
 Grandes coisas ainda acontecerão na vida de nossa menina,ainda de tranças e laço de fita nos cabelos.Aguardem.Voltarei daqui a 7 dias.
     Bjssssssss,
              Leninha




27 comentários:

Lucinha disse...

Leninha,

A Lucina não era mole, ainda mais com as outras companheiras.kkkk
É muito bom ler essas coisas.
Se essa praça falasse, teria muita coisa linda pra contar.
Você é um encanto.
Beijos

✿ chica disse...

Como é legal saber lembrar cada detalhe da vida dessa menina danadinha de tranças. E , com ou sem acentos, é lindo te ler! beijos,lindo dia,chica

Jardim das poesias infantis/Magia em versos disse...

Bom dia Leninha!
Que estória mais gostosa de se ler e olhando as fotos dá até para se transportar para o local.
Lindas memórias que você compartilha conosco.
Obrigada pela força, carinho e incentivo.
Aos poucos estou pondo a casa em ordem.
abração com carinho.

Imac by Artes disse...

Fiquei encantada com sua estória prendeu-me a atenção do começo ao fim. Amei!
Abraços! Um dia abençoado pra ti.

Mari disse...

Adorei a história, e as fotos então...parece que a gente se transporta no tempo...
Tenha uma ótima quinta-feira!!
Mari♥

Majoli disse...

Ah Leninha querida, adoro seu cantinho!!!
Essa menina de trança me encanta.

Adoro viajar nas suas palavras, ver as fotos, coisa boa demais.

Aguardarei seu retorno, com saudades.
Beijos amiga querida.

Su disse...

Doce Leninha, amiga querida...

Li com sorriso no canto dos lábios toda essa parte da história. Essa menina de tranças foi tão feliz, que delícia de infância. As brincadeiras todas, as aventuras, pular o muro pra pegar laranjas...rs Devia ser tudo tão divertido, atravessar a ponte... eu também não iria não... Fiquei aqui imaginando a casa na R São Pedro, sua varanda... a familia reunida e feliz... mal posso esperar pelos próximos capítulos...

Fico aqui te esperando!

E insisto, um livro está saindo daqui...

Beijos no coração!
Fica com Deus.
Su.

Ma Ferreira disse...

Oi Leninha...

Muito bacana vc dividir suas memórias conosco.
Amei esta qsequencia de postagem.
Descança e volt logo.


Bj

manuela barroso disse...

Sabes Leninha, a tua forma de contar histórias, aqui a tua história, embala de tal forma que chega o fim inesperadamente...
E estou muito curiosa por estes novos capítulos! Afinal, as tranças vão dar lugar aos cabelos longos e revoltos da adolescência?
A tua história é cativante!
E envolves quem te lê!
Terno abraço minha querida amiga.

SOL da Esteva disse...

Leninha, Querida

O fascínio deste teu contar, é verdadeiro.
Historias e rememoras acontecimentos e locais, como se os estivesses a viver no momento presente.
É muito bom este exercício.
Parabéns, Amiga.

Beijos


SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha querida amiga!
Gosto tanto de vc e das suas memorias tbm...amo ler tudo que faz história...ainda quero ver os laços e fitas dessa menina em suas histórias...
bjssssssssssssssss

Anônimo disse...

Lindas memorias Dedezinha querida!!!
Bjssssss!!!!!!

Ivana disse...

Leninha,
Linda sua crônica, suas amizades e suas alegrias de meninas que compartilhou tão bem, bjo grande!

elvira carvalho disse...

Continua interessante esta narrativa.
Cá estarei para ler a próxima.
Um abraço

Alfa & Ômega disse...

Que pena que só daqui a sete dias! Amei ler a sua história. Que encanto! Também eu com minhas tias entrávamos no quintal do meu tio italiano bigodudo e bravo. Um dia, ele apareceu debaixo do pé e nós em cima dos galhos. Quando eu olho para baixo eu so gritei: Bença tio!!! ele foi pego de surpresa e não ficou bravo! Leninha querida, um forte abraço!

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Oi querida amiga Leninha. Saudades. Lendo tuas memórias a gente volta ao nosso passado, minha nossa, como o tempo passa voando. Volte correndo, já estamos com saudades. Um grande beijo. FIQUE COM DEUS.

ELAINE disse...

Obrigado pelo carinho! Tem post novo! Ótima 6ªF! Abraço fraterno e carinhoso! Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
http://twitter.com/@elaineaverbuch

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Peguei o "fio da meada", de onde deixei, nas memórias da menina. Que extraordinária memória, tudo bem detalhado e encantador...
Gostei de relembrar o Exame de Admissão ao Ginásio. Também fiz o 5º ano primário que nos preparava para o rigoroso exame, com provas escritas e orais. Gostei de ver as fotos dos colégios e das ruas...maravilhosas lembranças, amiga Leninha, tão semelhantes e contemporâneas às memórias minhas.

Demorei, a vir, mas ponho tudo "em dia" lendo os belos capítulos...

Obrigada, por este presente, do passado!
Beijos,
da Lúcia

Helena Chiarello disse...

Leninha,
que coisa mais gostosa!
A gente vai lendo e vivendo cada pedacinho dessa história gostosa e cheia de momentos felizes...

Já disse uma vez que algumas de tuas lembranças são muito parecidas com as minhas.. rs... Isso de pular muro, por exemplo.. kk!

E temos mais coisas em comum, né? rss... Acho que você sabe bem o que digo, quando falo da cabeleira cacheada... rsrs... Adorei teu comentário lá! E com trema no lugar do acendo agudo, ficou mais gostoso ainda! rsrs

Um beijo enorme, amigamada! E podexá, qdo tiver com os cabelões sacudindo os tonhonhóin por aí, te mostro! rsss

Ótimo feriado pra você(s)!

Anne Lieri disse...

Leninha,que linda está sua história!Está escrevendo seu livro aqui!Adorei!Bjs,

ELAINE disse...

Não consigo visitar todos como gostaria! Tento não esquecer de ninguém... E sempre cabe mais um...que nem coração de mãe...Então estou aqui pra avisar que tem post especial de carnaval! Vem! Tô te esperando! Feliz Carnaval! Abração cheio de confete e serpentina! Bjão no coração!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
http://twitter.com/@elaineaverbuch

Helena Chiarello disse...

Oie de novo, Leninha! rss

Diz pra Marilda que adorei o recado lá.. rs... Mas ir até minha cidade uma vez por mês é complicado... É longeeee! Mas sempre tem um consolo: se não ficar bom comprido, a gente corta!(o contrário já é um grande risco.. rsrs)

Um beijo às duas queridas!

mfc disse...

Continua com este repositório lindo de recordações pontilhadas pelas fotos que nos recordam esses tempo!
Beijinhos.

Arione Torres disse...

Oi Leninha, ótimo post! Tenha um lindo começo de semana, bjus e fica com Deus...

Mariazita disse...

Olá, Leninha
Como não estava em dia... estive a ler os atrasados que me faltavam.
Não imagina quanto gosto de ler textos assim, de recordações de tempos passados, mas que foram vividos pelo narrador!
A menininha agora tem mais um motivo para se sentir feliz: a sua casa nova.
Voltarei sempre que possível, e irei acompanhando.

Muito obrigada pelos parabéns lá na minha «CASA», e por suas palavras tão cheias de carinho.

Bom Carnaval. Beijinhos

Moro em um Kinder Ovo disse...

Como eu me reconheço nas suas histórias. Atia foi minha professora (o marido dela Wantuil, também). As sobrinhas dela foram as minhas melhores amigas e a banca Mannarino continua até hoje. Sei que estou devendo um e-mail para você mas o tempo anda curto por causa da minha mãe. Mas eu sempre pago as minhas dívidas e por isto pode aguardar. Bjos

Evanir disse...

Estou passando mais cedo para desejar um feliz final de semana.
Meu fim de semana se Deus quiser será muito feliz e com certeza Deus quer.
Na sexta se casa meu neto logo serei bisa que benção não é mesmo?
Com alegria vendo minha terceira geração.
Um lindo e abençoado final de semana.
Fique com Deus e os carinhos meus.
Evanir.

Memórias  de uma senhorinha “ Segue o teu destino, rega as tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias.” Fer...

Postagens mais visitadas