SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

quinta-feira, junho 14, 2012

O BAILE DA FORMATURA



  



  
..........................................................................................................
E chegou o dia do baile,tão esperado por todas:E alimentavam um sonho,Dolores Duran em pessoa,cantando no palco do Muriaé Tênis Clube...mas este era um sonho       impossível...
     Teriam que se contentar com a orquestra do Clube, excelente,diga-se de passagem, e que executaria as músicas de Dolores, Linda Batista, Nora Ney e dos cantores da época:Nélson Gonçalves,Carlos Galhardo,Francisco Alves e os mais novos Vinicius,Tom,João Gilberto,já começando a Bossa Nova a surgir no cenário musical brasileiro.       
..............................................................................................................



A década de 50 foi marcada por grandes transformações na cultura musical brasileira : influência do pós-guerra, início da televisão com forte presença dos meios de comunicação, aumento da participação de intelectuais junto às bases populares da música brasileira, melhoria econômica da população e apelo nacionalista iniciado pelo governo de Getúlio Vargas.
As elites intelectuais brasileiras, principalmente no Rio de Janeiro, começaram a participar mais ativamente dos movimentos de música popular brasileira, onde até os anos 40 predominavam compositores de muita sensibilidade porém com pouca bagagem intelectual.
 Dessa maneira as músicas brasileiras passaram a ter mais atenção por parte da comunidade musical que as estrangeiras como boleros e tangos.
Nesse contexto nasceu a Bossa Nova, durante final da década de 50.
 Os principais artistas e compositores iniciadores da bossa nova foram :  Antonio Carlos Jobim, Vinicius de Moraes, João Gilberto, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Ronaldo Bôscoli, Baden Powell, Luizinho Eça, os irmãos Castro Neves, Newtom Mendonça, Chico Feitosa, Durval Ferreira, Nara Leão, Sylvia Telles, Luis Carlos Vinhas, Johnny Alf e muitos outros. 
 Impossível precisar o início da Bossa Nova, mas admite-se que o lançamento em 1958 do LP Canção do Amor Demais com Elizeth Cardoso interpretando Chega de Saudades de Tom e Vinicius, entre outras, tenha sido o marco inicial da Bossa Nova; nesse LP João Gilberto surpreendeu a todos com sua nova batida de violão; foram experiências musicais de vários artistas, principalmente da turma que frequentava a casa de Nara Leão; admite-se a influência do jazz na batida da Bossa Nova.
Sucederam-se "Samba de uma nota só" de Tom e Newton Mendonça, "Desafinado", "Garota de Ipanema", "Só danço samba" estas últimas de Tom e Vinícius e muitas outras, marcando definitivamente a Bossa Nova como o grande movimento da moderna Música Popular Brasileira.
....................................................................................
---------------------


E também havia os ídolos da música internacional,estava surgindo o rock....Com Elvis Presley,a mania das adolescentes dos anos cinquenta.

 
          Elvis Presley,e tantos outros  povoavam o universo daquelas meninas...lembranças do tempo em que iam ouvir música na casa do amigo(único e feliz possuidor de uma eletrola)         .


Asnavour
ELLA FITZGERALD



O cinema, o rádio,eram as maiores paixões de quem respirava romantismo naqueles Anos Dourados.

............................................................................................................

O clube,todo iluminado as conduzia aos filmes de Hollywood e eram as protagonistas da mais bela história de sonhos,ilusões e brilho.Deslizavam pelo salão como princesas de um conto de fadas...e eram realmente as princesas por uma noite,qual Cinderela em sua mágica fantasia... 

Os rapazes,garbosos em seus ternos eram os príncipes que lhes povoavam o imaginário e as levavam a rodopiar pelo salão vertiginosamente...
Pares trocavam juras de amor eterno,mergulhando em seguida na loucura de um rock agitadíssimo...


E nossa menina,já quase comprometida,só dançava com o pretendente,par fixo e irremediávelmente único.Sério,compenetrado(e ciumento)vigiava-lhe os olhares,não admitindo sequer uma brincadeira com as amigas.Seria um sinal,um aviso de que algo não correria muito bem?Não,ela não pensava nisto,estava encantada com o futuro e vivia este presente como se fora uma dádiva e ela uma predestinada a  um belíssimo happy end...


   E o baile chegou ao fim...as amigas se separaram e um novo ciclo estaria por vir...


      Adeus aos sonhos da juventude,às brincadeiras ainda infantis,às melhores amigas e à feliz e descompromissada vidinha.

Estou encerrando um ciclo...mas na próxima semana voltarei...




   
                                                                                         

32 comentários:

Marcio JR disse...

Há quem diga que não se deve viver do passado. Até concordo, porém, ressalto que tudo aquilo que nos foi bom, deve ser preservado e muito bem lembrado por todo o sempre.

A época era áurea. O rompimento de tradições que veio com a televisão, a cultura sendo acessada por mais pessoas, os sonhos sendo disseminados mais rapidamente, e o mundo começando a entrar pela janela de um jeito diferente. Novos sonhos surgiram, a juventude se transformava, mesmo mantendo os hábitos de respeito e tradição, e a menina iniciando uma nova vida.

Um baile de formatura era o sonho de qualquer jovem, e quando ele chegava, passava num lampejo. O charme, a maestria do momento, a postura dos participantes, os flertes, os galanteios... tudo ficou lá atrás. Aquela magia que envolvia cada minuto, desde a preparação até o momento de cerrar as cortinas. Hoje, parece tudo tão efêmero, não é? Ninguém liga para para o baile em sua mais majestosa acepção, mas sim para a farra e a bagunça. Formatura nos dias de hoje? Melhor lembrar o passado.

Leninha, minha querida amiga. Passar por aqui é viajar, é sentir saudades de momentos que sequer vivi, pois na minha juventude os bailes já eram deixados de lado. Fantástico. adorei.

Bjs, minha amiga.

Marcio

✿ chica disse...

Que beleza esse baile cheio de sonhos, magia... Pena que acabou mas nova fase iniciava pra menina...beijos,chica

Dalva Rodrigues disse...

Todo tempo tem sua beleza!!!
Abraço!

Ivani disse...

Oi Leninha querida, não pude deixar de ler o comentario de Marcio, lá em cima, e devo concordar plenamente com ele.
Acabou a magia! Será que é porque não temos mais 18 anos?
Creio que não. Já fui a bailes de formatura depois de adulta e percebo que o grande barato é "encher a cara". Sem beber, não há alegria.
Enquanto bebiamos no máximo um ponche, e nos divertiamos à beça!
odeio generalizar. Claro que os jovens de hoje têm qualidades ótimas, são avançados e bem informados, ligados em internet, curtem musica eletrônica.
Gostaria de ser jovem hoje também.
Mas essa saudade, essa nostalgia é tão gostosa.
Lembro-me dos bailes dos anos 60, com Ray Coniff, Beatles, Elvis, Mamas and papas (lembra?)etc...
Nossa, era bom demais também.
Quanto ao namorado ciumento demais, sempre achei um "saco" isso.
Imagine não permitir brincadeiras com as amigas? E isso era muito comum, e pior, obedecíamos! kkkkk
Por isso queria ser jovem hoje, mas com a cabecinha que tenho agora.
Puxa, ia ser bem diferente, pode crer!.
Lindas suas lembranças querida Leninha, vamos aguardar agora a continuação de sua linda historia de vida.
Até lá, beijos.

R. R. Barcellos disse...

Privilegiados somos os que testemunhamos e vivenciamos a segunda metade do século XX. E também quem tem o dom de contar essa vivência. Parabéns, Leninha.
Um abraço.

coresdocaminho - Alice disse...

Oi minha amiga, que delicia essa fase de sonhos e encantos juvenis.
Sim fecha-se um ciclo incia-se outro e assim vamos seguindo em frente, vivendo a vida.
Aguardo cenas dos proximos capitulos...rsrs
Bjks e otima tarde

lis disse...

Oi Leninha
Viajei nesse texto e tentei reproduzir momentos de bailes de formatura.Eram lindos e toda a sociedade se engalanava!
Não lembro de ter tido a tal festa ,e naturalmente nao iria ao baile.
Fiquei orfã muito cedo e meu pai era hiper ciumento ou meio carrasco rs(era o que pensávamos à época) e nao podia frequentar clubes e bailes só mesmo a igreja( evangélica) ,e foi assim... rsrs mas ficava empolgada com bailes, matinês , essas coisas musicais. Só mais tarde pude frequentar, mas o encanto já nao era o mesmo.E nao foi tão dificil assim viver sem isso, mas era romântico e eu sonhava e sonhava rsrs
Lindos momentos nos proporcionou com suas lembranças.
Obrigada e meu abraço e carinho

ValériaC disse...

Ah minha querida, voce viu e viveu anos de intensa cultura...com certeza o momento do baile, foi algo maravilhoso, onde a fantasia ganhava seu destaque...e o ciume do namorado???? Quem quer ligar pra isso, num momento de vida como este?
Aguardo a continuação da história queridinha, beijos,
Valéria

Anne Lieri disse...

Leninha,está mesmo muito interessante o seu relato!Daria uma novela ótima na TV!Aguardo o próximo ciclo!bjs,

Tatiane Salles. disse...

A vida segue da maneira que dançamos o baile.
Linda inspiração.

Ótima noite.
Grande abraço.
Tati.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

Calu disse...

Leninha querida,
eram mesmo tempo de sonhos povoados pelo glamour e musicados por ícones nacionais e internacionais. Qual moça não se sentia uma princesa valsando naqueles bailes inesquecíveis?
Foram anos dourados, os 50.
Excelente retrospectiva vc fez do contexto cultural da época.
Bjkas,
Calu

JAN disse...

Oi Leninha,
Parece que você viveu intensamente esse baile, né?
É bom olhar pra trás e ver que a vida não nos deve nada...

Abraços
Jan

Evanir disse...

Obrigado por ter enriquecido minha vida com a alegria da vossa presença.
Gestos de amor, atenção e carinho faz ver quanto você é
tão especial no geito de ser e como são bem-vindas as suas visitas.
Agradeço a Deus pelo que conquistei até agora, mas peço a Ele para me dar sabedoria para conquistar muito mais.
E saiba que assim como eu sempre pude contar com você, você pode contar sempre comigo.
Um final de semana beijos no seu coração.
Carinhosamente:Evanir...
Linda volta no tempo amiga!!!!!!!

Alfa & Ômega disse...

Leninha, os anos dourados já não voltam mais! Tudo passa... Eu ainda curto o Elvis e tenho aquela foto! Ele era incrível e lindo como ele, ninguém mais! Fique com Deus! Tenha um fim de semana feliz! Grande abraço!

manuela barroso disse...

Como o sol que se vai escondendo o teu sol, apesar do feitiço da luz, irá concerteza ter outro brilho.
Não vivi esses bailes de formatura. Tudo nos era vedado. Mas em sonhos, viajava nas cores da música que imaginava dançarem com essa luz. E tudo era mágico, tudo tinha um encanto diferente. Ou será o tempo que nos amarga?
Mais uma belíssima narração da tua linda história Leninha. Fiquei maravilhada à espera de mais!
Ternurento abraço, minha querida

mfc disse...

Dolores Duran lembra-me logo "A Noite do meu Bem"!!!
Beijinhos, Leninha.

SOL da Esteva disse...

Aquele Baile, foi marca. Foi!...
A recordação, Amiga, essa está gravada e não se apaga mais.
Encantos de sonhos que persistem em povoar as Memórias e são o alento e a certeza que fomos intérpretes reais, deste Conto de Fadas.
Lindo.

Beijos

SOL

Sônia Amorim disse...

Grandes lembranças e recordações que nem o tempo consegue apagar, lindo post, beijos e bom dia!

Patricia Galis disse...

Simplesmente amei ler este post.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Cheguei com um pouco de atraso, mas em tempo de ler só uma postagem....

Mas...que postagem!!! com tudo dos também meus Anos Dourados. Era lá e cá, por todos os lados, pela influência do rádio,das revistas...e filmes. Maravilhosa época!

Voltarei, com imenso prazer!
Beijinhos, Leninha amiga,
da Lúcia

ELAINE disse...

Leninha querida! Além de lindas, tuas postagens são um registro histórico....Um abençoado início de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Majoli disse...

Que viagem deliciosa no tempo amada Leninha.
Encerras um ciclo de forma ímpar, nada como um delicioso baile de formatura.

Até o próximo ciclo querida.
Beijos meus, com carinho.

MA FERREIRA disse...

Oi Leninha...quantas belas recordações heim!
As fotos.... as nusicas com seus idolos..
Uma viagem..

Um beijo e parabéns por tudo!!

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha querida amiga !!!!!
Vc me trouxe as maiores recordações de um tempo que vivi,assim como vc .O encantamento do baie...os olhos do namorado...menina do céu!História que nos deixa na espera para esse novo ciclo...
Minha querida !
Vc escreve divinamente bem,meus aplausos ...
Estou na espera por esse novo capitulo.
bjsssssssssssssssss

Evanir disse...

Quantas saudades eu sinto
quando fico ausente por motivos alheio a minha vontade.
o importante é que essa fase passa tenho esperança
na renovação ,e certeza de um amanhã com muita alegria ,
mais beleza com uma visão perfeita desse mundo.
Precisamos ter esperanças e seguir com certeza
de grande vitória.
Serei ousada o suficiente para enfrentar todos os obstaculos
com fé e esperança .
Agradeço de coração sua linda amizade tenho certeza
que tudo voltará ao normal na minha vida.
Beijos no seu coração.
Com carinho.
Evanir.

Helena Chiarello disse...

E momentos assim só podem ser descritos como verdadeiros contos de fadas, Leninha...
Tão gostosas essas lembranças!

E tão gostoso perceber também teu pensamento "infiltrando-se" na narrativa, com observações instigantes: "seria um sinal, um aviso de que algo não correria bem?"

Vou querer saber isso... rsrs

Sempre bom ler você!

Um beijo gigante, amigamada!

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Oi Leninha!
Que delícia viajar contigo para um tempo onde havia mais inocência e pureza.
Adorei o texto e imagens.
Um ótimo fim de semana para ti.
abração com carinho

ELAINE disse...

Leninha querida! Passando pra agradecer o carinho e te reler mais um pouquinho.... Segunda-feira, dia 25 de junho,
terei postagem nova!
Um final de semana iluminado!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Zilani Célia disse...

OI LENINHA!
COMO É BOM VIR AQUI, É UMA VOLTA AO PASSADO, MUITO LEGAL MESMO.
ABRÇS
zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Mônica disse...

Leninha
Da vontade de publicar a vida de mamae ao ver a sua aqui
Ela tambem teve um final de colegial, terceiro ano de magisterio ,majestoso porque foi premiada como a primeira aluna de sua turma. Ela tinha estudado desde o primeiro ano no colegio das irmas dominicanas em araxa e merecia este premio.
Com carinho Monica

Cassinha Moreira disse...

Bom dia Leninha!hoje,de qualquer forma eu iria me emocionar,pois meu filho,meu "calcanhar de Aquiles",completa 29 anos,e pediu-me pra fazer um "bolo mole brasileiro":é o nosso pudding de leite condensado!Pois bem,comecei a ler aqui e nao parei mais, e tive que chorar,aliás,sempre fui chorona.Vivi este baile de formatura em 1969,tambem no Clube em Muriaé:vestido longo,vermelho e bordado com strass pela minha tia Rita,já falecida,a qual morava no Rio.Os sapatos,forrados à mao com cetim vermelho,encomendados na Rua do Ouvidor...como eu usava os cabelos curtinhos,imitando a Elis Regina,alugaram pra mim uma peruca longa,que combinaria mais com o vestido de gala...e a cada rodada,dançando as valsas com meu avô Moreirinha(um pé de valsa,diga-se de passagem)ao som da orquestra Lafaiete???(acho que era)esta bendita peruca ameaçava cair no chao...muitas saudades!mas que bom,vivi estes momentos de ilusao!momentos tambem de carinho e amor dos pais e dos parentes todos:eu era a princesa deles naquela noite tao distante!PS:agora preciso mesmo fazer o "bolo mole brasileiro"!
Um grande abraço

Aleatoriamente disse...

Vozinha que encanto passar aqui.Sempre que venho saio como se estivesse refeita de algo que nem sei explicar.Amei te ler, amei, amei, amei.

Vozinha querida,te comparo com a amrgarida, flor que eu adoro de paixão.

Beijos preciosa minha

Memórias  de uma senhorinha “ Segue o teu destino, rega as tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias.” Fer...

Postagens mais visitadas