SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

sábado, dezembro 03, 2011

MINHAS LEMBRANÇAS


PATIO  DO  COLÉGIO
Lembranças de menina
COLÉGIO SANTA MARCELINA__ MURIAÉ__   MINAS GERAIS



Meu pensamento viaja ao passado e vai ao encontro de uma menina de nove anos,falante,alegre e extrovertida,vestida de azul e branco,saia pregueada e blusa de fustão branco,prestes a entrar em seu novo colégio,para fazer a quinta série...quantas esperanças em relação àquele que seria o seu rumo e seu compasso,durante os próximos oito anos de sua vida...Colégio Santa Marcelina...as iniciais na gravata que ela,orgulhosamente,portava...o sonho, em sua cabecinha,menina já com responsabilidades de mulher:cuidar da irmãzinha mais nova,levá-la à pracinha,pentear-lhe os longos cabelos,contar-lhe as histórias do livro que era seu maior tesouro e que o avô/padrinho havia trazido do distante Rio de Janeiro(ainda não havia asfalto e o avô morava em Manhumirim/MG)e,depois que ela dormia embalada por suas histórias,ler mais algumas esperando o sono chegar ou a mãe:"menina,trata de dormir prá acordar cedo amanhã!",,,e o livro tinha que ser deixado de lado,com um enorme pesar.Nunca foi de muito dormir,naquela época,sua cabecinha era um turbilhão de ideias e sempre um sonho:crescer e ser uma escritora.
       O colégio lhe parecia o fio condutor de suas esperanças,fez a quinta série com facilidade,logo aprendeu todas as lições do livro "Preparatórios  ao alcance de todos",com exceção da MATEMÁTICA,que se chamava ARITMÉTICA e era o seu BICHO-PAPÃO...tinha pesadelos, com números a atacá-la,sofria na época das provas, como se fossem um vestibular...e a mãe ameaçava:"se não passar de ano,vai sair do colégio e vai para a cozinha!!!!''.Tomou horror de fogão e de cozinhar...
       Mas,chegou o final do ano e suas notas foram brilhantes...até na malfadada aritmética...e passou para a primeira série ginasial...e se encantou com as matérias novas:Latim(O latim do ginásio--Prof,Vandick da Nóbrega)
Este foi o livro que mais a FASCINOU,parecia a chave de todo o conhecimento e,empolgada,o lia e as colegas não lhe alcançavam o entusiasmo,não entendiam o que se passava em sua cabeça.Depois os outros a encantá-la:o de Francês,o de Inglês ,o de História Geral, e  o de História do Brasil  e o de PORTUGUÊS.!!!
     E as colegas,diferentes,internas e externas em uma mesma sala,que alegria!!!Quantas novas amizades,quantas vidas a conhecer e a descobrir...havia as preferidas,que haviam feito o Admissão junto com ela:Lucina(a melhor amiga)Sydnéia,Francisca,Iris,Heloisa,Orcelia(que mais tarde seria sua madrinha de crisma)Vilma,Conceição Navarro,Osília,Atia,Maria Inês,Lígia,Maria Lúcia Sarmento,Rosely,Giovana Angelita Cascelli(que fazia questão que seu nome fosse pronunciado da maneira correta) e mais outras,internas,que não vou citar para não alongar mais o assunto.



   Em outra ocasião falarei sobre as freiras,pois estas são e serão "um capítulo à parte"...

   Leninha Brandão
   

17 comentários:

✿ chica disse...

Que linda viagem fizeste ao passado.Como faz bem, embora dê saudades,né??? mas faz bem lembrar e reviver bons momentos!


beijos,tudo de bom,chica

Moro em um Kinder Ovo disse...

Saudade da minha terra, Muriaé. A casa dos meus pais fica pertinho deste colégio e, todos as minhas irmãs lá estudaram... e eu não. Minha mãe nunca soube explicar porquê fui matriculada em outra escola. Neste colégio estudei piano e conheço algumas pessoas que você citou. Doces lembranças.

Juliana disse...

Ah! Leninha, lembrancas deliciosas de amigas queridas.
e voce se lembra de todos os nomes, isso nao tem preco!
algumas devem saber de seu blog, acredito.
e como deve ser delicioso lembrar junto daqueles tempos encantados.
Leninha, nao sei se voce é assim, mas eu chego a sentir o cheiro das ocasioes, sinto o perfume dos momentos bons.
isso é realmente mágico, eu adoro.
seu colegio era mesmo lindo e vou ficar aguardando a continuacao.
beijos amiga e obrigada pelo enorme carinho seu lá pelo meu blog.
até mais.

manuela barroso disse...

Leninha...a tua viagem deixou-me recordações alegres de ti, amargas para ,mim...
...sair do ovo, feito de berço de algodão, e aterrar num colégio austero como o de S. José de Cluny, não é para um ser tão mimado como o era então!
E era assim. Azul e branco! Interna, sem o aconchego da mãe e do pai...Que dor ainda hoje guardo!
Mas, gostei tanto da tua partilha! Viajei contigo, tal é o realismo com que tão bem descreves as tuas memórias! Ao contrário de ti,não guardo na memória recordações de amigas de então.
As irmãs? Se era austero...imagina!
Conta mais...vai!
Bom domingo, querida
Abração

Glória Maria - Fadinha disse...

Recordar é viver... O Colégio é lindo amiga. Bom domingo. Bjs

Helena Chiarello disse...

ôoooo, delícia!!
Eu adoro essas histórias!

Lendo você e imaginando, vendo, ouvindo e sorrindo essa gostosa narrativa. Também guardo muitas lembranças dos tempos de colégio!

Não tive o privilégio de ter o Latim no meu currículo escolar, mas fui presenteada com a disciplina na faculdade, no curso de Letras. E senti a mesma atração e fascínio que você descreve aqui! Meu professor dava um show, e eu "tietava" essas aulas e não perdia uma, por puro encantamento! Que coisa boa, Leninha!

Vale contar que sempre "me dei bem" em todas as disciplinas e me destacava nas Letras e nas Artes, que acabaram sendo as áreas da minha formação acadêmica. Mas a desgramada da matemática foi, desde o dia em que ela surgiu, gigantesca e ameaçadora na minha frente e até hoje, o meu pior pesadelo! kkk! (Ainda bem que existem calculadoras, e na falta delas, para os cálculos mais simples, os dedos! rsss) Que vergonha, né? Mas é a mais pura verdade! Não me envergonho de contar que nunca tive nenhuma intimidade com os números. E isso inclui datas, telefones, códigos, senhas, etc, etc... Haja agenda pra tanto! rss)

Mas tudo bem, me livro da saia justa dizendo que "não preciso ser boa em tudo"! kkkk! O Barba morre de rir aqui e eu me divirto repetindo que a discalculia "faz parte do meu show"... rs

Achei um barato essa postagem! Me trouxe deliciosas lembranças!

Um beijo e um dia lindo pra você(s), amigamada!

SOL da Esteva disse...

Leninha

Fiz a viagem contigo e acompanhei memórias que não mais se irão perde.
Lindo!

Beijos


SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Majoli disse...

Leninha querida, que delícia sua narrativa, viajei junto contigo.
Um jeito especial ao recordar.
Bateu uma saudade do tempo de colégio, não tive latim, mas penso ser algo fascinante.

Recordar é viver!!

Desculpe minha ausência, mas falta uma semana de trabalho, depois férias...aí virei com mais tempo, ok?

Beijos enormes no teu coração.
Tenha um domingo de muita paz.

Anne Lieri disse...

Leninha,que deliciosa história nos trouxe e o colegio é mesmo lindo!Bjs com carinho!

Ange disse...

Leninha, que bela viagem!
Peguei carona e viajei com você, vesti meu uniforme azul e branco e revivi saudades.
Que belo este colégio (seria um convento?) aqui nas imagens.
Uma linda noite para você!
Lembranças.
Ange.

Calu disse...

Ah Leninha,
esta máquina do tempo é um bem precioso ao qual nos damos o luxo de utilizar algumas vezes. Te vi de uniforme toda faceira, pois o meu tbém era assim, com gravatinha e tudo.
È lugar-comum dizermos que aquele tempo era um mundo de sonhos? Sim,e que seja.No comum, se esconde a magia da vida só revelada para os olhos atentos e descobridores da beleza que há nela.
Estou acompanhado tuas peripécias, viu?
Bjkas,
Calu

mfc disse...

As nossas memórias tornam-nos agradavelmente nostálgicos.
Boas recordações!

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Você está estre os melhores de 2011, primeira premiação feita pelo blog Sei que Deus existe, passe por lá para conferir e pegar seu prêmio virtual parabéns pelo seu trabalho.
http:www.seiquedeusexiste.blogspot.com.br/

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Ouh, que linda narrativa...viajei pelos seus cantos, dando a te conhecer um pouquinho mais...que delícia de tempo, de vida, de recordações...que vivas permanecem apenas em nossa memória. Mas isso já está muito bom, pois nos traz uma alegria e nostalgia sem fim, não é mesmo, Leninha?
Adorei saber que eras falante, alegre e extrovertida. Isto não se perdeu. (risos)

Lindas recordações, amiga!
Um beijo com carinho! também gosto muito de ti, querida!

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha querida !
Enquanto lia sua linda história de vida ,minha mente fazia recordações de minha infância e adolescência...fomos criadas em lugares diferentes e com os mesmos conceitos...
Hoje vim trazer um convite especial.
vá no meu cantinho comungar comigo da minha vitória da qual vc tbm faz parte.
bjssssssssssss

Toninhobira disse...

Lindas recordações que vamos entrando pelas descrições e revendo as nossas que muitas vezes se parecem.Acho que podemos dizer que vivemos um tempo feliz de idade,que fez historias,que hoje vamos colocando nas paginas.
Carinhoso abraço mineiro.

Ivani disse...

Leninha minha querida.
quando digo que sou um desastre, as pessoas nao acreditam.
voltei hoje aqui para ver se havia continuacao de suas lembrancas.
entrei para ver os comentarios sobre seu texto.
entao percebi que o segundo comentario, la em ciam, é meu!!!
acontece que eu entrei com o login de minha filha, Juliana.
O lep top é dela e eu nao fiz login.
imagino que voce estava achando que eu nao visito voce!!!
ah! perdao amiga, fui a segunda a comentar mas nem percebi que saiu com o nome dela.
e entao? quando teremos a continuacao?
estou curiosa por saber mais rsrsrs
beijos querida e vai desculpando sua amiga louquinha.

Memórias de uma senhorinha

                                                                                                                                           ...

Postagens mais visitadas