SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

domingo, março 01, 2015

Minha cunhada Hortência


A primeira à esquerda é Hortência, minha cunhada e amiga.


A notícia chegou através do telefone...meu filho Cacá me comunicando o falecimento de sua tia Hortência.E num relance, momentos vividos, instantes preciosos vieram à minha mente...o dia em que a conheci e ela me abriu a porta de seu quarto e a de seu generoso coração.Mostrou o enxoval à menina de 16 anos que estava prestes a ficar noiva de seu irmão e queria se mostrar adulta à futura cunhada.
Mais tarde,já casada, foi ela que me ensinou a cuidar dos filhos,a lidar com os empregados e, juntas saíamos,planejávamos executar receitas,pintávamos e ríamos muito.Seu humor me alegrava e sua presença foi essencial em minha vida quando meus pais se mudaram para o Rio...nos finais de semana era com ela que trocava confidências,esclarecia dúvidas e encontrava apoio.Foi uma amiga para todos os meus momentos...acompanhou-me ao Hospital quando fiz o parto sem dor e se espantava com a minha tranquilidade...
Dela me lembrei ao escrever as minhas Memórias de uma Senhorinha,neste trecho:

.A primeira da foto, Hortência,bonita morena,alta e simpática.Já estava casada e tinha três filhos nesta época,tendo tido mais um depois que se conheceram.Tinha um gênio forte e impulsivo,lidava com as empregadas da casa com pulso firme e era o braço direito da mãe.Fez seus estudos em Juiz de Fora,no Colégio Stella Matutina, onde era exímia jogadora de volley.Saudosa deste tempo,fez da cunhada sua confidente e lhe mostrava as fotos com seu time,deslumbrando a nossa menina com suas recordações.Adorava o pai,era seu ídolo e tudo fazia por ele.Elas se tornaram grandes amigas. Seus filhos eram arteiros e ela uma mãe muito enérgica.
 Como podem ver,esta amizade nos uniu por muitos anos...estivemos distantes durante outros tantos anos,mas o afeto nunca diminuiu...

Hoje consegui terminar  minha pequena homenagem a esta que foi e sempre será uma grande mulher,batalhadora,alegre,firme em suas decisões e dona de uma grande sensibilidade,o que fez dela uma pintora de belas e expressivas telas.  
Vá com Deus,amiga.Seus filhos poderão sempre contar com a tia Leninha,como um dia você cuidou de meu filho e seu afilhado Dudu.   

19 comentários:

Renata Guidinha disse...

Olá minha queridíssima Leninha!
Que linda homenagem a sua cunhada. É difícil sabermos da partida de pessoas tão queridas... Automaticamente viajamos no tempo de nossa existência, revivendo saudosas e doces lembranças que ao mesmo tempo trazem um sorriso aos lábios e lágrimas aos olhos. É um sentimento estranho, parece que não conseguimos fincar os pés no chão. Viver e ter saudade da vida... Estranho, não?
Não planejei estar aqui lendo nada na blogosfera e do nada aqui estou. Será que do nada? Não sei... Só sei que trago o meu abraço e levo daqui uma serenidade que talvez esteja precisando muito hoje.
Estou saindo daqui a pouco para a missa e certamente você vai comigo dentro do coração.
Bjs mil, saudades...

✿ chica disse...

Leninha, conseguiste fazer uma linda homenagem à tua cunhada Hortência e ela, descansa em paz! Tu e todos, ficarão com a saudade e lembranças, boas recordações! Fiquem bem! bjs, chica

leninha brandao disse...

Minha querida Renata,
Nada é por acaso, é nisto que acredito...ler você sempre me traz esta mesma serenidade a que você se refere.E me trouxe uma enorme satisfação saber que irei à Missa com você...a gente quase não se vê,mas as almas estão sempre sincronizadas,e isto é o que realmente importa.
Bjssssss,minha querida!E um ótimo final de domingo para você!

leninha brandao disse...

Obrigada, Chica!
Foi realmente um tempo muito bom de minha vida e estas lembranças são eternas.
Saudades dos blogs,sabia?
Vou tentar voltar,apesar dos apertos que a vida tem aprontado,

Bjssssss,amiga!!!

Alfa & Ômega disse...

Minha querida Leninha, que pena, estamos ambas órfãs de cunhadas maravilhosas!Que linda a homenagem que vc fez a ela.Emocionou-me muito, pois a medida que eu ia lendo sobre a sua, vinha a minha, à mente. Há um ano que ela se foi.até hoje, custa-me a crer pois era uma cunhada muito amiga, muito querida, forte enérgica, assim do tipo da sua. Ela adorava o irmão que foi meu marido. Estou sem ambos, totalmente orfã! Nos falávamos quase todos os dias pelo telefone.Triste quando perdemos quem amamos! Fique bem, minha amiga do coração! Amo você! Beijos e abraços!

Maria Suzete Retti disse...

Homenagem bonita, feita de coração para coração.
Que a paz que hoje ela está habite seu coração e de sua família. Bjos.

Maria Suzete Retti disse...

Que linda homenagem. Feita de coração para coração. Que a paz que ela está, habite seu coração e o de sua família. Bjos.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Querida Leninha, retorno aqui, depois de longa ausência e vejo uma bela homenagem à sua cunhada e amiga Hortência que, na verdade, era como uma irmã, tal a amizade que as unia. Muita Paz!
Tenho saudades, de você, amiga!
Um beijo,
da Lúcia

Brechique da Dodoca disse...

Minha querida Leninha,

Que bela e sensível homenagem à sua cunhada!
Meus sentimentos! Deve estar sendo muito dolorido enfrentar essa separação. Muita força!

Deus a abençoa, bjssssssssssssss!

manuela barroso disse...

Será que o comentário ficou ou voou , Leninha!

manuela barroso disse...

Estou vendo que voou com o anjo da tua cunhada Hortencia , Leninha !
Dizia que saudades deixaste nesta tua casa onde contavas as tuas recordações que nos embalavam. Dizia quanta tristeza vires aqui por um acontecimento triste e que já fez parte das tuas memórias . Dizia que fazes falta a este espaço que ficou tão órfão !
O tempo nos foge , o tempo nos embala!
A tempo sentindo a tua tristeza, saio também com outra alegria . A de ouvir a tua voz nas paredes da saudade .
Um grande abraço . Mil beijinhos

Tina Bau Couto disse...

Amor e memórias para sempre
Lindo registro
Meus sentimentos e meu carinho

Marly disse...

Leninha,

Antes de mais nada, receba os meus sentimentos, minha amiga. Pelo seu relato vê-se que a sua cunhada foi mesmo uma mulher especial, além de bonita. Na minha opinião o que faz a vida valer a pena é justamente os laços amorosos que eventualmente unem as pessoas. Linda homenagem!

Um abraço.

Lilasesazuis Gata disse...

OLÁ, LENINHA,

Vi essa foto no google da Sissym, achei ela tão bonita!

Gosto dessas fotos de antigamente.

Meus sentimentos !

Hortência estará sempre encantada em seu coração.

Que nosso Criador em seu amor profundo, te acalente e console.

Fique bem...

Beijinhos, Lígia e=ˆ.ˆ=

Dalva Rodrigues disse...

Olá Leninha, apesar da comoção do momento, a morte de quem passou por nós e deixou seu traço, em nossas memórias, deixa também a sensação de que esse é o sentido a vida e temos muito agradecer.

Um grande abraço, querida!

Ange disse...


Leninha olá, boa tarde. Neste mundo dos blogs, e assim mesmo, sumimos e depois reaparecemos.
Apos um logo período afastada deste universo de poesia, senti saudades e resolvi abrir lá minhas ETERNAS LEMBRANÇAS para dar uma olhadinha. Tantas lembranças e tantas palavras carinhosas de amigos queridos reli por lá. Me enchi de saudades. Também descobri que muitos dos amigos dos blogs se encontram agora no facebook. E vendo que o mundo e pequeno, via via - por páginas de amigos em comum encontrei você por lá. Obrigada por ter aceitado meu pedido, me incluído na sua rede social. Lembranças. Ange.

Ange disse...

Nem tudo é eterno, tampouco aquele menina Hortênsia de 16 anos ansiosa mostrando o enxoval a futura cunhada, não é mesmo? A vida se reduz a lembranças, eternas lembranças.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Leninha
Que post magnífico apesar de estar narrando um fato que lhe dói na alma!!!
Perder um ente querido faz uma ferida que nem demora a cicatrizar-se por completo quando se ama...
Linda sua amizade familiar!!!
Que a tia aflore mais do que nunca para os sobrinhos amados!!!
Bjm fratenro

Beatriz Bragança disse...

Querida Leninha
Duas cunhadas que se orgulhavam por se terem conhecido. Duas almas boas.Uma, já brilha no firmamento.
Parabéns pela bela homenagem.Lá do Alto, D. Hortência vai sentir-se muito feliz, mais uma vez.
Um beijinho
Beatriz

Memórias  de uma senhorinha “ Segue o teu destino, rega as tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias.” Fer...

Postagens mais visitadas