SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

terça-feira, maio 21, 2013

Memórias de uma senhorinha

Meus queridos

Estou de volta devagarinho,aos pouquinhos...meu ombro ainda não me permitindo grandes saltos...

Um aluno muito querido enviou-me um poema,feito em minha homenagem e tal gesto me fez voltar a viver a professorinha que tantas alegrias sentia ao ver aquelas carinhas repletas de sonhos e esperanças...que no caso deste aluno em particular foram plenamente realizados.

Menino
Quero de novo me fazer menino,
em tarde quente de verão, sol a pino,
entre paredes metálicas, carteiras de madeira,
árvores crescendo de um lado,
porta aberta do outro, corredor acima do pátio,
tudo parecendo tão grande, meus passos curtos
e merenda reservada...
Quero me fazer o mesmo menino,
aqueles outros meninos, aquelas outras pessoas,
a diretora, a merendeira, a zeladora,
a professora, o rio caudaloso ao fundo,
os lugares onde não podia entrar ou chegar perto.
Passeios na fazenda da professora, datas cívicas,
primeiras frases escritas, os eternos erros
que um dia pensei não existissem.
Quero me fazer menino e de novo errar
tentando aprender sem apreensões
sob supervisões maternais e sinceras
que então não compreendia
enquanto tudo sabiam!
Pátio de chão, hora do recreio
e jogos de aprendizado de que não me recordo;
voltam íntimas e distantes algumas imagens,
a calça curta e azul-marinho, a camisa branca,
o calçado...
As professoras não usavam uniformes,
a diretora tinha um ar alegre e por vezes severo
(medo mesmo vinha da diretora da outra escola,
sorte a nossa, nossa...apanhar de vara?!)

O sol a pino, não me lembro das chuvas,
enquanto na escola(mas lembro-me de enchentes!),
as confusões de alguns mais velhos,
quero voltar a ser menino
e me ver no que a memória já não traz
em momentos de recordação.

E a mestra sorrindo,
os cabelos lisos, pele morena,
energia em forma de gente,
amor em frente a um quadro, ainda negro,
algum giz, algumas repreendas,
meus eternos erros,
permitindo-me conseguir vê-los,
aceitá-los, confrontá-los,
até a conscientização do respeito eterno
aos valores e aos outros,
da doação eterna à vida,
sustentada no amor.

Ser menino e não chegar atrasado,
ser menino e obedecer,
ser menino e prestar atenção!
Alguém a te dirigir,
a te observar e a perdoar,
já que não aprendes.
Alguém a acreditar que podes ser melhor.
Ser menino e talvez ser melhor.

...................................................................................

Imaginem a emoção, a alegria enorme,o sentimento de realização ao receber este poema com o sentir do menino,eterno menino em meu coração e na sua sensibilidade.

 

35 comentários:

✿ chica disse...

Que coisa linda essa poesia,Leninha! E imagino tua emoção! E adorei te ver.Estou quase fazendo PAUSA nos blogs até junho, pois o filho da Inglaterra vai chegar na sexta-feira. Imagina como estamos felizes! Bom te ver, saber que estás melhor! beijos,chica,tuuuuuuuuuuuuuuudo de bom! Estava om saudades!

Helena Chiarello disse...

Nossa, Leninha, que coisa mais boa!
Como é gostoso receber uma homenagem assim!
É o carinho, o reconhecimento, o sentimento de que tudo vale sim a pena!!
E te cuida, viu?
Não facilita.. rsrs
Beijo grandão, amigamada!

lenalima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lenalima disse...

Que emoção Leninha receber esse lindo poema!
Bom que está melhor, se cuida!
bjsss

Calu disse...

Leninha,
pura emoção em cada verso dedicado a ti, professora amorosa e comprometida.Imagino tua emoção ao lê-lo revivendo os rostinhos, as lições, as artes...
Que bom que vc se recupera bem.Não se descuide.
Dias de muita alegria pra vc.Parabéns pelo tocante presente.
Bjos,
Calu

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Lindo poema, mensagem de carinho! Saúde e mais saúde te desejo, muito poemas e alegrias na vida!
Beijos e uma ótima quarta-feira!
CamomilaRosa

Moro em um Kinder Ovo disse...

Que bom ter você de volta. Estou no meio da novela e quero acompanhar os outros capítulos. Lindo poema e uma justa homenagem.

Regina Codreanu disse...

Olá, Leninha... está melhor do ombro? Isso também vai passar, pode ter certeza... adorei o poema... simplesmente fantástico... comovente... me lembrou o meu tempo de escola... quantas saudades me traz!!!! Você merece não só esse poema, mas muitos e muitos poemas... bjusss... e fique com Deus. Regina

Mariazita Azevedo disse...

Leninha, minha querida
Fico muito feliz por verificar que se encontra melhor. Precisa continuar a ter cuidado, não abusar...
Tive uma periartrite há uns anos e levou meseeeeeeeeeeeees para curar. Fiquei com o braço direito muito limitado, mas à custa de muita fisioterapia curei-me completamente. Consigo vai acontecer o mesmo, tenho a certeza.

Este poema que seu aluno lhe dedicou é uma verdadeira delícia. Não são muitos os professores (e olhe que conheço muitíssimos!!!)que têm a honra de ser assim homenageados. Isto só acontece com pessoas especiais - como acredito ser o seu caso.

Desejo continuação de melhoras e deixo abraço apertado e beijinhos.

Livinha disse...

OLá Leninha,

Que bom te-la de volta,
ainda que devagar
para os sonhos não espantar

O menino da escola
que recorda um belo tempo
divaga no pensamento
recorda também sua bola

O menino que cresceu,
manteve memória acesa
das aulas que a mestre ensinava
encantos e toda a beleza...

Menino que não perdeu a infância
que inda curte o feito de criança
pausando no tempo a lembrar
da sua mestre querida,
razão de toda uma vida,
muita saudade a matar...

Que Deus te abençoe e destine
a tua cura.
Que as dores sejam apenas um
tempo de passagem e pelo que veio
da mesma forma, vá embora...

Gostei de estar aqui.

Beijos

Livinha

coresdocaminho - Alice disse...

Oi minha querida, que bom que estas de volta e com um poeminha tao doce e terno, parabens, bela homenagem recebestes.
Bjks e otima tarde

manuela barroso disse...

E eu não estava lá, eu nao te vi, eu só cheguei agora aqui! E como pôde acontecer? Encontrei-te algures, no regresso a uma casa cheia de pressas com o tempo a fugir.
Encontrar-te aqui minha querida Leninha é ter flores semeadas pelos caminhos que percorro e onde sei que algures e a qualquer momento te encontrarei.
Sê benvinda de novo e tem cuidado com as postagens longas.
E que encanto de poema de encher o coração e a alma!Vês como moras no coração de tantas pessoas? E tantos anos se passaram e continuaste a inspirar com a tua dedicação!
Parabéns pela postagem e voa ao sabor das borboletas: calmammente, e com o teu colorido de sempre
Terno abraço minha doce amiga

Sissym disse...

Leninha,

Que satisfação receber um presente tao delicado que emociona, não é?!

Eu desejo que fique boa o mais rapido possivel, dor no ombro é muito chato, uma vez machuquei e fiz muita fisioterapia. Melhoras.

Beijos

Dalva Rodrigues disse...

Leninha querida, que bom saber notícias desta senhorinha tão bacana, cuide-se sempre!!
Lindas memórias deste ex aluno tão sensível, parabéns a ele e à sempre mestra!

Beijos!

lenalima disse...

Oi Leninha!
adorei seu recadinho no meu Kantinho.
obrigada!
gosto muito de ti e do seu blog!
bjsss

manuela barroso disse...

E volto para te agradecer as tuas palavras, com as lágrimas doces da emoção, de voltar a ver-te em nossa casa. Sim, porque a minha casa é a tua casa!
E as borboletas foram contigo!
Beijinhos na alma amiga querida

Beatriz Bragança disse...

Querida Leninha
Como me sinto feliz por sabê-la melhor ao ponto de voltar ao seu blog.
Agora quero dar-lhe os parabéns por essa magnífica professora que foi, dotada de tal brio profissional que, anos volvidos, os seus alunos já homens e realizados na vida,ainda a homenageiam.
Bem haja pelo que fez pelo ensino e pelos valores que transmiyiu a tantas crianças.
Que Deus a abençoe e lhe dê muita saúde.
Beijinhos da
Beatriz

Ivani disse...

Leninha querida, que bom perceber que voce está voltando, devagar...
Espero que esteja bem melhor.
Lindo o poema de seu aluno, muito emocionado, saudoso.
Voce não colocou o nome dele, que pena, gostaria de saber. Uma pessoa especial e que escreve com o coração.
Voce deve ter ficado mesmo muito comovida.
Parabéns querida, voce mereçe essa homenagem.
Um beijo e não demore tanto!

Lucinha disse...

Leninha,

Senti muito a sua falta, mas entendo perfeitamente que nesse momento, você precisa se cuidar e se poupar de esforços, pra voltar em breve.

Muito emocionante esse poema de seu aluno. Imagino a emoção que tomou conta desse seu coraçãozinho tão sensível.

Feliz em te ver aqui. Não se preocupe em responder ao comentário. Faça isso quando estiver bem pra digitar.

Abraço com carinho.

R. R. Barcellos disse...

Bom saber que você está melhor, moça. Quanto ao poema, parabéns ao menino!
Beijos.

SOL da Esteva disse...

Querida Leninha

"[...]...doação eterna à vida,
sustentada no amor.

Ser menino e não chegar atrasado,
ser menino e obedecer,
ser menino e prestar atenção![...]
Como alegoria, a preencher a Verdade, de quem sente os valores, a sensibilidade e a admiração de alguém.
Deves sentir-te nas núvens por tão elegante Homenagem.

Benvinda.

Beijos



SOL

elvira carvalho disse...

Que bom que está melhor Leninha. E que maravilha o poema do menino.
Espero e desejo que continue a bom ritmo a recuperação. Temos saudades das suas crónicas.
Se puder, dê um saltinho ao Sexta, que em dia de aniversário gostaria de receber todos os amigos.
Um abraço

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite amiga querida !
Fico feliz por te ver de volta,mesmo que seja devagarinho,mas que te faz vida,assim como nós nos sentimos vida contigo...
A poesia é belíssima do qual traduz a majestade e sutileza de ser menino ...
bjs minha linda !!!!!!!!!

lis disse...

Muito comovente Leninha
e a alegria redobrada por ser uma homenagem singela de um aluninho.
Parabéns
um abraço

✿ chica disse...

Voltei pra te desejar tudo de bom,fica bem, beijos,chica

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida
Que feliz fico por te ver melhor!!!
Tive no ano retrasado um problema nos dois braços e tive que fazer 30 fisio em cada um... mas fiquei boa até aqui... o mesmo vai lhe suceder, viu???
Fui mestra também e tive a felicidade grande de viver bons momentos com eles... inesquecíveis como o seu do post tão lindo!!!
Bjm de paz e bem

Rabisco disse...

Olá!
Esta é a página do Facebook do meu novo livro de poesia "Em Teus Olhos Seria Vida".
Gostava de poder contar com o teu "gosto" na minha página.
Obrigado!

www.facebook.com/EmTeusOlhosSeriaVida

ou em:

poesiafaclube.com/store/josé-manuel-pereira-"em-teus-olhos-seria-vida"

=)

Eloah disse...

Linda homenagem recebida!Com certeza estes gestos de carinho emocionam e plantam beleza na alma.
Bela poesia e belo coração de menino.Adorei.Fez-me lembrar dos meus tempos de professora e a importância da profissão.
Bjs Eloah

Bergilde disse...

Ser menino e talvez melhor...Lindo poema com mensagem do mesmo modo importante.É como um alerta para tantos adultos de hoje que tanto carecem no tutelar esta inocência da criança e dela também se fazerem guiar.
Grande abraço Leninha,

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Oi Leninha!
Que bela e sensível poesia.
E como é bom ter coração de criança!
As emoções são mais puras e verdadeiras.
Parabéns pelo texto.
Não sei o que está acontecendo mas você não está nos meus blogs como seguidora.
O mesmo ocorre com algumas outras pessoas.
Muito bom ler-te de novo.
abração com carinho

Renata Guidinha disse...

Que bom poder chegar novamente aqui... Uma saudade danada, viu? Pois é, chego e já me derreto toda lendo essa maravilha que recebeu de presente. É bom demais saber que marcamos de forma positiva a vida de alguém, né? Imagino como seu coração deve ter ficado em festa...
Minha querida, desejo que possa retomar seus contares maravilhosos, pois estou prontinha pra ler tudinho e inundar minha alma de doçura.
Bjks mil

manuela barroso disse...

Numa canção de embalar, regressarei sempre para te ler.
Saudades minha querida amiga Leninha
Beijinho grande

R. R. Barcellos disse...

Se o ombro não te permite grandes saltos as asas te levam em grandes voos.

Abraços ao menino-aluno-poeta e à professorinha que o inspirou nesse belo voo.

Alfa & Ômega disse...

Leninha, também eu me encontro com o ombro direito dolorido demais! Andei parando de blogar, mas não melhora. Porém a dor diminuiu bastante do que estava.Como é gratificante, não recebermos mimos de alunos! Imagino como deves ter se sentido! Logo de um rapaz? Muito bacana! Grande abraço e fique bem!

elza aires disse...

hospedagem de sites

Memórias de uma senhorinha Voltando para casa Enquanto o carro percorria a estrada, pneus rolando no saibro com o barulho caracterís...

Postagens mais visitadas