SONHOS E ENCANTOS

SONHOS E ENCANTOS

segunda-feira, julho 18, 2011

VALOR DE USO,QUÊ?.... ELAINE TAVARES

Valor de uso, quê?...

por Elaine Tavares *
publicado em 4/7/2010.
Ali estava eu, enredada nos livros, tentando entender a diferença entre valor de uso e valor de troca. Marx, Engels, Ludovico Silva, Lenin, Rosa... A cabeça fervilhando em idéias. Então, do nada, ela foi escalando pelas minhas pernas. Nenhum respeito para com aqueles velhos parceiros que tentavam melhorar a minha compreensão sobre o mundo capitalista, predador.

Sem medida, ela foi mordendo meus dedos, arranhando o casaco, fincando as unhas na minha cara. Qualquer tentativa de deixá-la quietinha no colo era logo rechaçada com um movimento brusco, um pulo, uma desenfreada alegria. Era a gata que me tem, a Bartolina Sisa, bebezinho de pouco mais de dois meses. Pedaço de vida insuportavelmente alegre. Criança ainda, ela só quer brincar.

Então eu fiquei a pensar sobre o valor de um gato. Será valor de uso ou de troca? Terá alguma utilidade? “Esses bichos não servem pra nada”, me diz um amigo. Logo, não tem valor? Ela, alheia às elucubrações filosóficas que giravam na minha cabeça, só me olhava com seus olhos graúdos e me convidava à brincadeira. Nada de Lenin, nem de Marx. Só aquele saltitar inconseqüente, infantil, alucinado. Corre aqui e ali, esconde-se sob a cadeira, pula no colo, sobre nos ombros, salta pela mesa, come os óculos, mastiga o cabelo e sai correndo. Mais um minuto e volta, e tudo de novo.

Impossível seguir estudando. Alguém ali exigia um tempo. Queria essa delícia do nada fazer, da risada cristalina, da inefável doçura, do tempo parado na alegria. As patinhas vez ou outra se transformando em afiadas garras ao estilo Wolverine. E esse jeito gato de ser, tão majestoso, tão cheio de si, tão imponderável.

Assim, em nome da Bartolina, dei um tempo ao velho Marx. Gato não tem valor, nem de uso, nem de troca. Gato é isso, pura graça. E graça no sentido teológico, como momento de absoluto encontro com o sagrado.



Sobre o Autor
Elaine Tavares: Jornalista e educadora popular. Mestre em Comunicação Social pela PUC/RS. Trabalha na universidade pública desde 1994, hoje integrando o grupo do OLA. É uma das coordenadoras gerais do Sindicato dos Trabalhadores da UFSC e atua no projeto de arte, cultura e comunicação popular Barca do Povo.

5 comentários:

Evanir disse...

Que Deus abençoe você
e a mim também.
Que a nossa amizade tão linda
nunca chegue ao Fim.
Que a paz que trago no
peito seja cada dia maior.
Que sinceridade seja
minha maior virtude
Que o amor que sinto no coração
seja tão grande
o maior que uma pessoa pode ter.
Que sua semana seja uma
benção Divina.
Com carinho beijos no coração,,Evanir..

Seu carinho faz a diferença na minha vida amada ,Lucinha,Te Amo.

tecas disse...

Adorável! Tenho uma cá em casa que é a mesma coisa...só que mais novinha! Gata não tem preço nem troca...tem amor, gracinha e garrinhas:) Filosofia de gata? Gatinha.Escrever...nem pensar nisso.Mesmo agora está a tentar dar cabo do fio do computador, para poder vir para o bem bom do colinho:)
Parabéns, por este dedicioso texto. Parabéns...não!. Um aplauso.
Bjito e uma flor.

mfc disse...

Uma vulgar colher de uma qualquer liga de metal!
Valor de troca?! Zero...
Valor de uso?! Todo... e se for a minha única colher... o valor de uso é imenso!

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Gracias Leninha por quedarse en mi casa, es un honor para mi que esté a mi lado.Yo no entiendo el brasileño, y el traductor más de una vez me traduce cosas muy extrañas, pero espero que el amor lo superará todo.
Con ternura
Sor.Cecilia
Escríbame a sor.ceciliacodina@gmail y le mandaré un premio con motivo de mis 60 años

Élys disse...

Todo animal que tenhamos em nossa companhia é uma verdadeira benção, pois nos proporcionam carinho, lealdade e momentos de ternura.
Beijos.

Memórias de uma senhorinha Voltando para casa Enquanto o carro percorria a estrada, pneus rolando no saibro com o barulho caracterís...

Postagens mais visitadas